Matheus Sá e Roberta Guimarães

Fotógrafes

Mateus Sá é Fotógrafo e Artista Visual desde 1997. Especialista em Cultura e Comunicação. Também atua como Arte-educador, produtor cultural, editor de livros e exposições. É um dos coordenadores do Pequeno Encontro da Fotografia,  co-fundador da Escola Livre de Imagem – ELI e do Projeto FotoLibras (fotografia participativa com jovens surdos). 
Suas pesquisas artísticas transitam principalmente pelo universo da memória e pelas relações desarmônicas e harmônicas do ser humano com o meio ambiente.
Tem quatro livros publicados, quatro exposições individuais e integra a coleção Diário Contemporâneo de Fotografia, em Belém-PA. 

 

Com mais de 20 anos de experiência, Roberta Guimarães é formada em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco (Unicap) e cursou Fotografia no Instituto Superiore di Fotografia de Roma (Itália). Tem ainda especialização em Estudos Cinematográficos (Unicap). Atuou como repórter fotográfica na Folha de Pernambuco e no Jornal do Comercio, e como docente nos cursos de graduação da UNICAP e UNIAESO. É diretora e sócia fundadora da Agência Imago. Entre outros trabalhos de Roberta estão os livros “É do coco é do coqueiro”, “Eu vi o mundo e ele começava no Recife” e “Olaria Ocre”, em parceria com os artistas Dantas Suassuna e Joelson Gomes, “Brincantes da Mata”, com as fotografas Tuca Siqueira e Rose Gondim. Em 2013, lançou, no Recife, o livro “O Sagrado, a pessoa e o orixá”, trabalho que resultou na exposição Agô, que teve estreia, em 2014, em João Pessoa e foi realizada em 2019, em Recife. Atualmente desenvolve os projetos “Árvore da Palavra” e “As Burrinhas Nos Dois Lados do Atlântico”, este último com a realização, em fevereiro e março de 2020, da etapa no Benim e na Nigéria e aguardando o desenvolvimento em Pernambuco. 
A fotógrafa participou, também, de diversas mostras no Recife, em outras cidades e fora do país. Entre as exposições, Interpress Photo O Homem e a Vida (Prêmio medalha de prata Man and Life, 1991); II Salão FINEP de Fotojornalismo( Rio de Janeiro, 1995); Causas da Mortalidade Infantil em Pernambuco ( UNICEF Teatro Nacional de Brasília, 1996), VI Festival Mundial do Minuto ( SESC – SP – 1996) Projeto Lambe-Lambe ( ICA – Londres, 1997), Un Paisaje de identidad Cultural (fotos do Rio São Francisco, Salamanca- Espanha, 2005).

Acompanhe nas redes sociais:

Mateus Sá:

Roberta Guimarães:

  • Instagram
  • Instagram

LIVE

REALIZAÇÃO
APOIO EDUCACIONAL
APOIO INSTITUCIONAL
PARCEIROS
APOIO

CONTATO

SIGA O FFP

Tel.: +55 11 9 4543 0200

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco

© 2020.:Festival de Fotografia de Paranapiacaba