REALIZAÇÃO
APOIO EDUCACIONAL
APOIO INSTITUCIONAL
PARCEIROS
APOIO
EVENTO FILIADO À

CONTATO

ffparanapiacaba@gmail.com

+ 55 (11) 99193-9484

SEDE FFPARANAPIACABA

CERA - Centro de Estudos e Residência Artística

Av. Campos Sales, 454 - Vila de Paranapiacaba

SIGA O FFP

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco

© 2019.:Festival de Fotografia de Paranapiacaba 

Fotometria

Para Pele Negra 

Vic Cirino

 Este curso tem como objetivo discutir e analisar as formas de representação dos negros as comparando com a produção artística de artistas contemporâneos afro-brasileiros e em diáspora. A partir disso, serão produzidas imagens com uma estética que a artista chama de decolonial - quando vai contra tudo que o colonial impõe - estudando iluminação e fotometria para os tons de pele negra.

O que levar: câmera profissional ou semi profissional.

Dia: Domingo - 01.09

Horário: 10h às 16h

Local: Vila de Paranapiacaba

Vagas: 15 participantes

Faixa etária: 16+

InscriçãoR$ 280,00 (vendas pelo Eventbrite). Aceita cartões de crédito Visa e Mastercard, boleto e depósito. 

 

Política de desconto - Professores de ensino público 50%, estudantes 30% e alunos do Senac 50% de desconto mediante apresentação de documento comprobatório enviado por e-mail na matrícula - oficina.ffp@gmail.com

Política de Bolsas: esta oficina possui vagas para bolsas. Para solicitar envie um e-mail com carta de intenção para oficina.ffp@gmail.com com o assunto "bolsas".

Reembolso: É permitido solicitar reembolso integral até 7 dias antes da data do início do evento.​

Transferência de matrícula: A transferência da matrícula pode ser feita até 1 dia antes do início do curso. Após o início do mesmo, não é possível fazer a transferência.

1/1

 A fotografia é essencial quando pensamos em representatividade e memória. Diversas linguagens artísticas influenciaram na nossa construção de olhar, ideologias e identidade, em especial, a fotografia. O daguerreótipo, os cartes de visite, a primeira câmera Kodak e a câmera digital foram as revoluções tecnológicas que mais influenciaram na difusão da fotografia na sociedade, nos impactando de diversas formas.
 Os cartões “Shirley” foram produzidos pela Kodak a partir de 1940 e desde então, foram usados em laboratórios de impressão para se ter uma padronização das cores e dos tons de pele, fazendo com que os tons de pele variados não fossem representadas de forma correta. Um dos reflexos dessa padronização, é a forma que os tons de pele dos negros são retratados. Não só a cor da sua pele, mas também a forma que o negro está posicionado, os tipos de suas vestimentas e as jóias.

Faça sua inscrição aqui!

Dúvidas e perguntas entre em contato

oficina.ffp@gmail.com