Painel Festival 2020

10 de Novembro

Às 19h

Renata Libonati e

Alberto Cesar Araujo

Imagem Amazônia

Alberto Cesar Araujo - Amazonia Real

Renata Libonati é professora do departamento de Meteorologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro e coordenadora do Laboratório de Aplicações de Satélites Ambientais da UFRJ. Atua a mais de 15 anos na área de monitoramento de fogo por satélite. Suas linhas de pesquisa focam também em eventos extremos como secas e ondas de calor assim como nos impactos associados no ecossistemas e na saúde pública.

A Amazônia Real é uma agência de jornalismo independente com sede em Manaus foi fundada há 7 anos e é dirigida por mulheres jornalistas (Kátia Brasil e Elaíze Farias) para visibilizar as vozes das populações  radicionais da região amazônica. A agência é  comprometida com a produção de conteúdo jornalístico que opera com conceitos e práticas de justiça social, justiça ambiental e direitos humanos.
A agência defende que grupos sociais como povos indígenas, populações tradicionais, tais como quilombolas, ribeirinhos, pescadores, quebradeiras de coco babaçu e trabalhadores e trabalhadoras rurais, ativistas ambientais, ambientalistas, mulheres e homens da floresta, são sujeitos e protagonistas de suas próprias narrativas, sem necessidade ou interferência de mediadores.
Essas vozes precisam ser escutadas, compreendidas e suas ideias, práticas culturais e vivências, visibilizadas. Essas populações, ao mesmo tempo em que são defensoras e defensores de saberes culturais e da natureza, são alvo de ameaças e conflitos ao denunciar ataques e ameaças, sem a proteção do aparato institucional do Estado. Elas correm perigo por denunciar crimes como desmatamentos, grilagem de terra, queimadas, incêndios florestais, impactos de grandes obras, invasões, entre outras ameaças.

Dentro da redação da Amazônia Real são praticados os valores da equidade, diversidade e igualdade de gênero e étnico-racial na produção dos conteúdos e nas equipes de jornalistas. Dos mais de 40 colaboradores, 22 são mulheres e 18 são homens – um número que está sempre em busca de equilíbrio.

Em 2016, a Amazônia Real ganhou o Prêmio do Público em Língua Portuguesa The Bobs, criada pela agência de notícias DW, da Alemanha

 

A Amazônia Real está entre as 100 startups de notícias digitais pesquisas nos estudos “Ponto de Inflexão – Impacto, Ameaças e Sustentabilidade: Um Estudo dos Empreendedores Digitais Latino-Americanos”, da organização espanhola SembraMedia, que contou com o apoio da Fundação Omidyar Network; e “Comunicação no Centro da Mudança” de autoria da agência Juntos e Approach Comunicação, com sede no Rio de Janeiro.

O documentário “Pés de Anta – As cineastas Munduruku”, ganhou os prêmios Melhor Roteiro e Melhor Direção na Categoria Amazonas no Festival de Cinema Olhar do Norte 2018.


Em 2019, o Prêmio Rei da Espanha de Meio de Comunicação de Maior Destaque da Ibero-América, foi concedido à agência Amazônia Real.


A série “Sem Direitos: o rosto da exclusão social no Brasil”, resultado de uma parceria entre as mídias digitais independentes #Colabora, PonteJornalismo e Amazônia Real, foi a vencedora da Categoria Jornalismo Multimídia do 41º Prêmio Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos 2019.

LIVE

REALIZAÇÃO
APOIO EDUCACIONAL
APOIO INSTITUCIONAL
PARCEIROS
APOIO

CONTATO

SIGA O FFP

Tel.: +55 11 9 4543 0200

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco

© 2020.:Festival de Fotografia de Paranapiacaba