DEBATES

Em 2022, o Festival de Fotografia de Paranapiacaba continua com sua programação híbrida, realizando eventos online e presenciais. As nossas lives trazem convidados muito especiais, debatendo sobre Fotografia, Educação, Direitos Humanos e Meio Ambiente! Mesmo virtual, os encontros são cheios de calor humano!

renata.jpg

RENATA FALZONI
BICICLETAS, MOBILIDADE ATIVA E DEMOCRATIZAÇÃO DO ESPAÇO PÚBLICO

  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook

24/03, quinta, às 18h

Local: Nas redes sociais do Festival

Na dia 24 de março, às 18h, o Festival de Fotografia de Paranapiacaba promoverá uma entrevista da jornalista e videorrepórter Renata Falzoni sobre Bicicletas, Mobilidade Ativa e Democratização do Espaço Público, com mediação de Carmem Peres.

O que move a Renata Falzoni é algo muito além de uma catraca e duas rodas. Sua história se confunde com a do cicloativismo no Brasil. Arquiteta, jornalista, pioneira na linguagem da videorreportagem, Renata fundou o Night Biker's Club do Brasil em 1989 e é idealizadora do portal Bike é Legal. Seu trabalho engloba ações e elaboração de políticas públicas que incorporem a mobilidade ativa, transporte público, educação e cultura, promoção da saúde, sustentabilidade, direitos da mulher e atividade física e turismo. Pedalar é um ato revolucionário; é resistir.

Saiba mais sobre seu trabalho em www.bikeelegal.com.brwww.falzoni.com.br

 
site debate.png

ÂNGELA BERLINDE E IOANA MELLO
CURADORIA SEM FRONTEIRAS

  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook

07/04, quinta, às 19h

Local: Nas redes sociais do Festival

Convidamos as curadoras Ângela Berlinde e Ioana Mello para um bate-papo incrível sobre curadoria fotográfica. O encontro será no dia 07/04, às 19h, no Instagram, Facebook e YouTube do FFP22, com mediação de Diana Vaz. 


Ângela Berlinde é artista e curadora independente em Fotografia, com doutoramento em Comunicação Visual na Universidade do Minho, Portugal. É formada em Estudos Curatoriais e concluiu o Mestrado em Fotografia na Utrecht School of Arts-Holanda. É pós-doutorada pela na Escola de Belas Artes da Universidade Federal do RJ, desenvolvendo estudos sobre práticas visuais contemporâneas que problematizam as formas híbridas da Fotografia. É cofundadora do Festival Português «Encontros da Imagem», em Braga, Portugal. Leciona artes visuais e fotografia contemporânea por toda a Europa e países da América Latina, com ênfase no Brasil. Trabalha ativamente como curadora de artes visuais de mostras nacionais e internacionais. Em 2018, foi uma das curadoras convidadas da Bienal de Fotografia de Beijng, na China. É Professora Adjunta do Instituto Politécnico do Porto em Portugal, na qual coordena a Summer School de Fotografia e a Pós-Graduação em Fotolivros. Desde 2017 integra o conselho de curadores do Museu da Fotografia em Fortaleza, Brasil e é conselheira artística do Programa de Fotografia da Secretaria de Cultura do Ceará. Vive entre Portugal e Brasil. www.angelaberlinde.com


Ioana Mello é formada em comunicação, tem mestrado em história da arte pela PUC-Rio e em estética e história da fotografia pela Sorbonne, além de um MBA em mercado de arte pela Sotheby’s. Atualmente é curadora independente entre Brasil e Europa. Desde 2018, participa de debates e exposições na Europa em torno da fotografia brasileira. Foi curadora da projeção no centro cultural “Mains d'oeuvres” no festival “Un cri d'amour pour le Brésil” e a exposição coletiva "What’s going on in Brazil? " no festival Rencontres d'Arles, na França, 2019, e a exposição "Terra Estrangeira" na TryZy galeria, Lisboa, 2021. Foi professora na PUC-Rio e colabora com o coletivo Iandé em Paris, com quem participou do Festival Diafragma, Portugal, 2021. Faz parte da equipe de coordenação do festival FotoRio desde 2015, escreve para sites e revistas, como as francesas Fisheye e Wedemain. Mais informações no site photolimits.com ou insta @melloioana