DEBATES

Em 2020, o Festival de Fotografia de Paranapiacaba se reinventou, realizando atividades quase exclusivamente online. Em 2021 o desafio continua! As lives trazem convidados muito especiais, debatendo sobre Fotografia, Educação, Direitos Humanos, Meio Ambiente e Água! Mesmo virtual, os encontros são cheios de calor humano!

NAIR BENEDICTO
DANIELE QUEIROZ
CAMILA FONTENELE
PRETA PRETINHA E
ANNA CAROLINA
COLETIVO 7MULHERES
COVID PHOTO BRAZIL
MICHELLE BASTOS E
VALDEMIR CUNHA
Show More
  • NAIR BENEDICTO

    11/03, quinta, às 19h

     

    Local: Nas redes sociais do Festival

    • Facebook
    • Instagram
    • YouTube

    O FFP21 dá início às suas atividades no dia 11 de março com uma convidada pra lá de especial!

    João Kulcsár vai conduzir uma conversa com a homenageada desta edição do Festival: Nair Benedicto! 

     

    Jornalista formada pela Escola de Comunicações e Artes da USP, em 1971. Tem sua produção fotográfica voltada para temáticas sociais, especialmente as que envolvem mulheres, crianças, populações indígenas e ecologia. Participou de várias exposições nacionais e internacionais como fotógrafa e editora, tendo trabalhos publicados em jornais, revistas e livros, tanto no Brasil quanto no exterior. Tem fotos integrando os acervos do MoMA de Nova York, do SMITHSONIAN de Washington, do MAM de SP e do RJ, do Patrimônio Histórico da Cidade de SP, da Coleção Pirelli-MASP e de vários colecionadores brasileiros e estrangeiros.

    Foi uma das fundadoras da Agência F.4 e do Nafoto – Núcleo dos Amigos da Fotografia, cuja atuação permitiu a abertura de importantes espaços para a fotografia.

    A importância de sua produção fotográfica – já premiada por diversas vezes na área do jornalismo – foi também reconhecida com o Prêmio Trip Transformadores 2010. Fotógrafa homenageada no FestFoto PoA de 2012, com a publicação do livro VI VER. Agraciada com Prêmio Brasil – Fotografia Especial 2017 – do Ministério da Cultura e Porto Seguro.

    Atualmente dirige a N Imagens, que concentra a veiculação de seu acervo e produção, e através da qual realiza workshops e palestras no Brasil e no exterior.

  • DANIELE QUEIROZ

    18/03, quinta, às 19h

     

    Local: Nas redes sociais do Festival

    • Facebook
    • Instagram
    • YouTube

    Bate-papo com Daniele Queiroz aborda o projeto “A história é outra” sobre diferentes referências fotográficas, artes visuais, além dos processos de criação, linguagem e meios de expositivos.

    Daniele Queiroz é mestra em Representações e Imaginários pela FAU-USP.  Pesquisa a mobilidade das imagens no contemporâneo, através da conexão com a palavra e as diferentes linguagens artísticas. É fundadora do grupo “A história é outra”, que investiga mulheres na história da fotografia, além de co-fundadora do "Lombada", que trata de edição e publicação de trabalhos editoriais no campo fotográfico de forma coletiva. Atua como curadora-assistente de Fotografia Contemporânea no Instituto Moreira Salles. Em paralelo, sua pesquisa artística investiga o corpo - principalmente o de mulheres - em relações de resistência e sobrevivência.

  • CAMILA FONTENELE, ANNA CAROLINA E PRETA PRETINHA

    26/03, sexta, às 19h

     

    Local: Nas redes sociais do Festival

    • Facebook
    • Instagram
    • YouTube

    A fotógrafa Camila Fontenele trará a reflexão sobre gênero e sexualidade, lutas e direitos das mulheres. Anna Carolina e Preta Pretinha abordarão sobre a auto estima da mulher negra.

    Camila Fontenele é artista visual, pesquisadora e, atualmente, assistente de curadoria da 3a edição de Frestas – Trienal de Artes “O rio é uma serpente" (2020/2021). Radicada na cidade de Sorocaba, mestranda no programa interdisciplinar de Estudos da Condição Humana na UFSCar e pós-graduada em Cinema, Vídeo e TV: estética da imagem em movimento no Centro Universitário Belas Artes de São Paulo. Suas investigações são atravessadas por questões como pertencimento, o corpo gordo atrelado à imagem da baleia como fonte de cura e a possibilidade na criação de fugas e novas paisagens através dos processos de desaparição/aparição. Fez falas públicas, através da iniciativa YVY Mulheres da Imagem, no Centro de Fotografía de Montevideo (2020) e na Canon - Zoom iN Project (2019). Participou da SP-Foto Viewing Room (2020), da residência Educativa e Artística de Si pela Fundação Iberê Camargo (2020) e da II Residência Memórias Negres-Natives pela CASAMATA (2020). Participa do Núcleo de Estudos de Gênero, Diferenças e Sexualidades – UFSCar. Desenvolveu o projeto Todos Podem Ser Frida (2012 até 2020), qual expôs no Museu da Diversidade Sexual (São Paulo, SP), na Unusual Art Gallery (Caserta, Itália), no Museu da Imigração (São Paulo, SP), na Espacio Gallery (Londres, Inglaterra), etc. Participou de exposições coletivas com a série 'Girls with Curves' (2017): New Femininity na Mutuo Galeria (Barcelona, Espanha), SOLOVE na Casa da Imagem (São Paulo, SP), Distort the Rules na FERi Feminista Galeri (Budapeste, Hungria).

  • CAMILA FONTENELE, ANNA CAROLINA E PRETA PRETINHA

    26/03, sexta, às 19h

     

    Local: Nas redes sociais do Festival

    • Facebook
    • Instagram
    • YouTube

    A fotógrafa Camila Fontenele trará a reflexão sobre gênero e sexualidade, lutas e direitos das mulheres. Anna Carolina e Preta Pretinha abordarão sobre a auto estima da mulher negra.

    Anna Carolina e Preta Pretinha são as fundadoras do Fridas Comunica e Fotografa. O coletivo foi criando há 12 anos. As duas mulheres negras começaram nos movimentos sociais e atualmente trabalham com projetos autorais e comerciais. O Coletivo Fridas Comunica e Fotografa realiza seus trabalhos na cultura, política e eventos corporativos.

  • COLETIVO 7MULHERES

    01/04, quinta, às 19h30

     

    Local: Nas redes sociais do Festival

    • Facebook
    • Instagram
    • YouTube

    Desde 2016 este grupo estuda, reflete e produz fotografia contemporânea e a partir de 2018 se afirma política e esteticamente como coletivo, entendendo que a reflexão quando em conjunto, abre frentes para novos pontos de vista enriquecendo a discussão e assim, aprendemos que o pensamento democrático é indispensável para a criação de um corpo expandido do pensamento que se constrói acreditando na diversidade. Em fevereiro de 2019, o coletivo participa com a projeção do vídeo “Noite, paisagens imaginárias”, no Instantes Festival Internacional de Fotografia de Avintes/Portugal e, em Março, participa dos eventos: Festival Foto em Pauta, Tiradentes/MG e realiza a Exposição “Noite, paisagens imaginárias” – no 6º Festival de fotografia Floripa na Foto, no Espaço Lindolf Bell e Espaço Tralharia. Em junho  inaugura a Sala experimental NEFA com a exposição dos processos de pesquisa em fotografia do Coletivo para a exposição Noite e lança a “Revista NEFA em Exposição” (1ª edição impressa e digital). Em Outubro é convidado a participar com esta mesma exposição do evento - 18ª Jornada da Maiêutica, Instituição Psicanalitica em Fpolis/SC. Em novembro do mesmo ano, recebe o convite para participar do evento “Conversas na Ouro Fino”, promovido pela Lovely House, Casa de Livro, São Paulo/SP,  com o tema Fotografia em Coletivo. A exposição. “Noite, paisagens Imaginárias” é selecionada pelo Edital 2019-2020 do espaço cultural BRDE Curitiba/PR. Durante 2020, o coletivo trabalha na realização do projeto 7x7 que será lançado em breve.

     

    Fazem parte do coletivo: Ana Sabiá, Betinha Trevisan, Dirce Körbes, Luciana Petrelli, Lucila Horn, Ro Cechinel e Soninha Vill.

     

    Mais informações sobre o Coletivo no site: https://nefa.com.br/coletivo-7mulheres

  • COVID PHOTO BRAZIL

    15/04, quinta, às 19h

     

    Local: Nas redes sociais do Festival

    • Facebook
    • Instagram
    • YouTube

    Na programação do FFP 21, João Kulcsár conversa com Danilo Verpa, fotógrafo e editor do Covid Photo Brazil, e com os fotojornalistas Jonne Roriz e Karime Xavier, que irão contar sobre a experiência de estar na linha de frente da documentação da pandemia de Covid-19, apresentando suas visões do dia a dia do impacto da crise sanitária no Brasil.

  • MICHELLE BASTOS E VALDEMIR CUNHA

    20/04, quinta, às 19h

     

    Local: Nas redes sociais do Festival

    • Facebook
    • Instagram
    • YouTube

    Nesta live Valdemir Cunha, da Origem Editora e Michelle Bastos, da Editora Estrondo irão compartilhar suas experiências na produção de fotolivros. Na ocasião, cada editor irá apresentar cinco títulos diferentes,